Nó de Arões já é uma realidade

24 janeiro 2020 / CJR

Já terminou a intervenção da CJR SA em Arões, uma obra que compreendia a construção do Nó de ligação da ER 206 à Zona Industrial desta freguesia de Fafe.

Esta foi uma empreitada que decorreu ao longo de um ano e que era aguardada pela população da zona há já uma década, vindo contribuir para o desenvolvimento desta região, facilitando o acesso a esta zona industrial e valorizando a freguesia, tornando-a mais atrativa para a fixação de novas famílias e negócios.

O Engenheiro Paulo Antunes foi o Diretor de Obra desta empreitada e assume que este foi um dos mais importantes projetos de 2019 da Cândido José Rodrigues “referimo-nos a uma obra com uma envergadura já considerável, de 1.8 M€  e 1 ano de prazo de conclusão, assumindo por isso o papel de obra “âncora“ para a nossa organização em 2019”, reconhecendo o impacto social e económico local que esta obra representa para a freguesia de Arões e, consequentemente para o concelho de Fafe.

Esta foi uma obra que nasceu da vontade do Município de Fafe em conjunto com as Infraestruturas de Portugal, “obedecendo a um projeto de execução e caderno de encargos muito exigente, obrigando a nossa equipa a manter o padrão de qualidade da construção em níveis muito elevados”, como frisou Paulo Antunes.

Com cinquenta anos de existência, a construção de vias de comunicação é a área onde a Cândido José Rodrigues mais se destaca. Este projeto enquadra-se perfeitamente no âmbito mais especializado da nossa empresa contemplando, como referiu o Diretor de Obra, “uma componente muito significativa de terraplanagens, infraestruturas, órgãos de drenagem, arruamentos e betuminoso, atividades para as quais estamos verdadeiramente vocacionados, tanto ao nível do equipamento próprio como em termos de mão-de-obra própria”, foi aqui que se encontrou a maior dificuldade ao longo de todo o processo, como sublinhou, “a gestão destes recursos acabou por ser um dos maiores desafios a que tivemos que fazer frente, obrigando a um planeamento constante das atividades e a uma alocação muito racional principalmente no que toca à gestão de equipamentos”.

Manuel Barbosa foi o Encarregado de Obra destacado para este projeto. Com 33 anos de experiência nesta área, Manuel Barbosa afirma que esta foi a maior obra do género que fez nos seus 8 anos de CJR SA, “um projeto muito desafiante que encarei com sentido de obrigação no que diz respeito a demonstrar a capacidade de trabalho, organização e execução por parte da equipa da Cândido José Rodrigues”. O Encarregado admite que foi um trabalho difícil mas conseguiram ultrapassar as dificuldades que foram surgindo, referindo que o mais complicado foi a gestão de mão-de-obra, já que se tratava de um trabalho de grandes dimensões, “procurámos, sempre, manter tudo limpo e organizado e mantivemos constantemente o foco no cumprimento de prazos, com garantia de tarefas bem executadas”. No final da obra, Manuel Barbosa admite ver este empreendimento com muito orgulho, “é sempre um prazer pessoal e profissional ver uma obra deste tipo nascer com a nossa ajuda e poder fazer parte da história e do desenvolvimento destas terras”, rematou.

O Nó de Arões destacou-se, em 2019, como a maior obra da CJR SA na área da construção de Vias de Comunicação e Infraestruturas, com cerca de 40.000 m3 de terras movimentadas, mais de 5 Km de valas executadas, 20.000 m2 de área de pavimentação em betuminoso e perto de 7.000 m2 de passeios e zonas de estacionamento.

Partilhe esta notícia:
Voltar às Notícias
x
O nosso website usa cookies para ajudar a melhorar a sua experiência de utilização. Ao utilizar o website, confirma que aceita a sua utilização. Esperamos que esteja de acordo. Política de Utilização de Cookies.